RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

segunda-feira, 31 de julho de 2017

FIM DO MISTÉRIO: BOLSONARO ESCOLHE PARTIDO PELO QUAL VAI SE CANDIDATAR À PRESIDÊNCIA EM 2018.

Deputado Jair Bolsonaro vai se filiar ao Partido Ecológico Nacional, o PEN. Sigla deve mudar de nome para Patriotas ou Prona, resgatando a legenda que projetou o ex-deputado Enéas.

Acabou o mistério. O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) irá se filiar ao Partido Ecológico Nacional, o PEN, que é registrado com o número 51. Mas, com sua filiação, o partido vai mudar de nome e deverá se chamar Prona (Partido da Reedificação da Ordem Nacional), cujo ex-líder Enéas é admirado pelo deputado, ou Patriotas. A mudança de nome é uma formalidade e basta uma convenção do partido para a troca se efetivar. Por essa nova legenda Bolsonaro disputará a presidência da República em 2018.
O deputado autorizou seus auxiliares a confirmarem a troca, já discute o novo nome e até já posou numa foto ao lado do presidente do PEN, Adilson Barroso, fazendo com as mãos o número 51. "Nós vamos casar logo após o caso Temer", disse Bolsonaro a amigos, se referindo à votação da denúncia contra o peemedebista na Câmara, que ocorre nesta semana.
Bolsonaro conversou na manhã deste domingo (30) com o advogado Paulo Fernando Melo, que atua na Justiça Eleitoral e será o responsável pelos protocolos burocráticos da mudança do nome da legenda. Melo confirmou à Gazeta do Povo a filiação de Bolsonaro ao PEN e também que o partido mudará de nome.
O presidente nacional do PEN, Adilson Barroso, afirmou que está "99,9%” fechado. "O noivado vai de vento em popa e só falta assinar o contrato de casamento, que acontecerá em alguns dias, com sua assinatura da ficha de filiação. Faremos uma grande festa", disse à Gazeta.
A tendência é que o partido passe a se chamar Prona, dada a ligação de Bolsonaro com as ideias de Enéas, que morreu em maio de 2007, após contrair uma leucemia. Enéas foi três vezes candidato a presidente da República, sempre com poucos segundos de tempo de TV. Ficou conhecido por seu bordão "Meu nome é Enéas" e por suas propostas nacionalistas. Na disputa para o Planalto em 1994, Enéas obteve 4,6 milhões de votos, ficando em terceiro lugar. Em 2006, o Prona se fundiu ao Partido Liberal (PL) e ambos passaram a se chamar PR, que existe até hoje.
"Não vejo como o nome do nosso novo partido não ser Prona. É um partido que já foi aceito pela população e que já obteve quase cinco milhões de votos com o Enéas", disse Barroso, que explicou o "ecológico" de seu atual partido. "Tem ecológico no nome, mas não é um radical da ecologia".
Além de Patriotas o outro nome pensado foi o de "Pátria amada, Brasil", mas foi descartado por Bolsonaro.
Barroso disse que a filiação de Bolsonaro vai permitir a coligação com partidos médios para a disputa da Presidência da República e a legenda irá atrair também muitos vereadores e deputados estaduais e federais. "Até um senador já me ligou", disse.
Paulo Fernando Melo afirmou que a mudança do nome é simples. "É legal e não há segredo. Assim como o PFL virou DEM e, agora mais recente, o PTN virou Podemos, o PEN vai também mudar de nome".

Fonte: Evandro Éboli/Gazeta do Povo

RESULTADO DO FIES E INSCRIÇÃO NA LISTA DE ESPERA SAIRÃO NESTA SEGUNDA, DIZ MEC.

Processo é o último que ainda vai usar as regras antigas com faixa única de taxa de juros de 6,5% ao ano.

O Ministério da Educação (MEC) vai divulgar nesta segunda-feira (31) os selecionados para contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Também será aberta a inscrição para a lista de espera.
As consultas podem ser feitas pelo site do programa (http://fiesselecao.mec.gov.br).
As inscrições terminaram na sexta-feira (28). Segundo o MEC, serão oferecidos 75 mil contratos de financiamento de cursos de ensino superior em faculdades particulares. Este é o último semestre do programa em que vale o regulamento antigo, novas regras foram anunciadas para 2018.
Os estudantes interessados em um contrato do Fies do segundo semestre de 2017 terão que arcar, na hora de pagar a dívida, com uma taxa de juros de 6,5% ao ano.
Requisitos
Podem participar da seleção candidatos que tiverem concluído o ensino médio e que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. É preciso ter feito ao menos 450 pontos nas provas objetivas, além de ter tirado nota maior que zero na redação. Os estudantes devem ser de famílias com renda mensal bruta per capita é de no máximo três salários mínimos.
Veja o cronograma do Fies do segundo semestre:
Conclusão da inscrição: de 1º de agosto a 3 de setembro
Inscrições para vagas remanescentes: 11 de setembro
Simulação de valores
No site do Fies, é possível simular os valores devidos. Para isso, o estudante precisa saber o valor da semestralidade do curso, e informar o número de semestres, se já tem bolsa do Programa Universidade para Todos (Prouni) e a porcentagem da mensalidade que deseja financiar, variando entre 10% e 100%.
Por exemplo: se um estudante pretende iniciar um curso de quatro anos (oito semestres) no segundo semestre de 2017, com uma mensalidade de R$ 500 (ou semestralidade de R$ 3 mil), não é bolsista e quer financiar 100% da mensalidade, ele vai ter previsão de formatura em agosto de 2021 e 18 meses de carência. Isso quer dizer que ele só precisará começar a pagar essa dívida em fevereiro de 2023. Sua dívida será de cerca de R$ 26 mil, e ele terá até janeiro de 2035 para devolver o dinheiro ao governo.
Novas regras para 2018
Este é o último semestre do Fies no modelo antigo. No início do mês, o Ministério da Educação (MEC) anunciou novas regras para o programa, com três categorias diferentes de financiamento, variando de acordo com a renda familiar do candidato, região do curso e juros.

Fonte: G1

MARCELINO VIEIRA: REGIMENTO INTERNO DETERMINA QUE SE RESIDA NO MUNICÍPIO.

Não haveria eu de citar a observância que faço. Porém, diante da imperiosa resposta de uma fonte, a qual questionei educadamente, eis que haverei sim de abordar o fato:
Conforme narra o Artigo 78, que trata da vacância, licença e da convocação do suplente, em seu inciso VIII, diz: "que fixar residência fora do município" é um dos motivos que possa ensejar a perda de mandato. Não cita o glossário legislativo, se frequenta ou não, o edil, todas as sessões. Trata unicamente do domicílio do parlamentar, independentemente de ter ou não domicílio no local onde exerce o cargo. Ver-se que expressa sobre fixar residência em outro município. Não se também tem residência no município.
Mas, convenhamos, o vereador Ednaldo Vieira não reside fixamente no município de Marcelino Vieira e sim na capital potiguar, contudo, exerce a função de vereador vieirense. Isso é fato e foi claramente concordado conosco, quando ontem entramos em contato com o edil via whatsapp.
Ednaldo explicitou que na verdade reside em Natal, devido ao filho cursar faculdade daquela cidade, porém, que passa em torno de 15 dias na capital potiguar e 15 dias em terras vieirenses. O vereador também explicou que a "dupla residência" dar-se deste 2012, quando ainda não ocupava cargo eletivo. "A partir de 2018, estarei fixando residência em |Marcelino Vieira de forma plena. Meu filho está terminando seu curso e eu me instalarei definitivamente na minha terra. Quero também ressaltar, que mesmo morando em natal, sou o único vereador que esteve presente em todas as sessões e até mesmo em todas as reuniões de comissões", disse o parlamentar de Marcelino Vieira. O único, frisou bem no áudio, Ednaldo Vieira.
O que contestou-se no diálogo, não foi quantas vezes e/ou por quanto tempo mensalmente o vereador permanece em Marcelino Vieira, e sim, o fato de ter fixando residência em outro município. "Sei que existe uma cláusula no Regimento Interno, que diz ser um dos motivos de cassação, mas venhamos fico dias em Natal, por causa dos estudos de meu filho", concluiu o vereador Ednaldo Vieira.
|O que chama a tenção, é o fato do presidente da Casa, Aurivones Alves, se r tão rigoroso, seguidor fiel ao Regimento Interno da Câmara e ainda não ter manifestado-se contrário a essa infração a qual reviro-me neste texto.
Talvez interesses futuros...


domingo, 30 de julho de 2017

CEARÁ-MIRIM É O MUNICÍPIO QUE MAIS CRESCE EM CONCENTRAÇÃO DE VIOLÊNCIA, APONTA OBVIO.

Coordenador do OBVIO, Ivênio Hermes justificou que políticas de segurança aplicadas em Natal e Parnamirim têm irradiado a violência para municípios adjacentes.

Natal não é o município mais violento do Rio Grande do Norte, é o mais concentrador. A afirmativa foi feita por Ivênio Hermes, especialista em segurança pública e coordenador do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO). De acordo com Ivênio, as políticas de segurança planejadas pelo Governo do Estado têm sido aplicadas somente em Natal e Parnamirim. Em consequência, os crimes estão irradiando para fora da capital e atingindo os municípios limítrofes como São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim, cidade que, segundo o especialista, cresceu mais em violência de 2016 para 2017.
Natal não é o município mais violento do Rio Grande do Norte, é o mais concentrador. A afirmativa foi feita por Ivênio Hermes, especialista em segurança pública e coordenador do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO). De acordo com Ivênio, as políticas de segurança planejadas pelo Governo do Estado têm sido aplicadas somente em Natal e Parnamirim. Em consequência, os crimes estão irradiando para fora da capital e atingindo os municípios limítrofes como São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim, cidade que, segundo o especialista, cresceu mais em violência de 2016 para 2017.
O coordenador do OBVIO utilizou os números registrados no fim de semana para ilustrar sua tese. “Neste fim de semana observamos que foram 20 homicídios na Região Metropolitana e 12 fora dela; os 12 de fora ficaram ‘pulverizados’, mas os que ocorreram na Grande Natal se concentraram. Houve um triplo homicídio em Ielmo Marinho, um duplo homicídio em Ceará-Mirim e também em São Gonçalo do Amarante. Trata-se de uma série de crimes em que se percebe há uma concentração ao redor de Natal, que tem recebido essas ações e estratégias”, complementa.
Até o último domingo, 23, o Rio Grande do Norte havia registrado um total de 1.363 homicídios. Um aumento de 23% em relação ao mesmo período no ano passado. Este, inclusive, foi o final de semana mais violento de 2017 (considerado já o ano mais violento da história potiguar), com 32 mortes violentas no estado. Para Ivênio, isso se deve à falta de mais atenção por parte do estado.
LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: Agora RN

POLÍCIA APREENDE NO RN MATERIAL COM POTÊNCIA PARA EXPLODIR 200 AGÊNCIAS BANCÁRIAS.

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) apreenderam, neste sábado (29), uma quantidade de explosivos com potência para causar explosões em até 200 agências bancárias. Além disso, os agentes encontraram R$ 40 mil, veículos e armas de fogo.
O material estava com uma quadrilha que realizava assaltos a bancos. Durante a operação houve troca e tiros e dois homens, ainda não identificados, foram mortos pela polícia.
As informações são da assessoria de comunicação da Polícia Civil.

Fonte: Rosalie Arruda


7º PRÊMIO "DESTAQUES DA MÍDIA": COPNTATOS COM BLOGS E SITES JÁ COMEÇARAM, PARA AVALIAR VEREADORES NESTE SETE PRIMEIROS MESES. MAS VALERÁ A OPINIÃO DA MÍDIA EM OUTUBRO.

7º PRÊMIO “DESTAQUES DA MÍDIA” REUNIRÁ PREFEITOS, VEREADORES E SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DO CEARÁ, PARAÍBA, PERNAMBUCO E RIO GRANDE DO NORTE E OCORRERÁ DIA 25 DE NOVEMBRO.
FALTAM 118 DIAS PARA A FESTA DE ENTREGA DA COMENDA.

Toda a classe política voltaram os olhos para o maior evento do gênero do interior do Rio Grande do Norte.
Já é tradição, faz parte do currículo dos vereadores, secretários e gestores municipais do RN e da Paraíba. E agora haveremos de expandir nossa festa anual. Teremos a honra de celebrar juntamente com parlamentares municipais do estados do Ceará e de Pernambuco.
Para isso, já criamos uma rede de informações com blogueiros, radialistas, jornalistas e demais profissionais de imprensa dos 4 estados, para que a partir de outubro, possamos, paulatinamente, iniciar a divulgação dos agraciados.
Apesar das dificuldades encontradas e dos "obstáculos plantados", a insistência da LOGOS é muito maior que qualquer adversidade.
Assim, agendem-se e trabalhem muito, por que dia 25 de novembro o palco da LOGOS voltará a ser o local mais desejado por 11 em cada 10 figuras públicas destas quatro unidades da federação.
O Prêmio “DESTAQUES DA MÍDIA”, que neste ano de 2017 estará em sua 7ª edição, tem como objetivo agraciar em cerimônia festiva, um vereador e um secretário municipal de cada cidade, além de 1 prefeito por cada Microrregião dos estados participantes.
Até 2014, eram homenageados somente, ocupantes de cargos públicos e secretários das cidades do Oeste potiguar. Já em 2015 e 2016, foram incluídos alguns municípios da Paraíba. E em 2017, vereadores de 21 Microrregião de municípios dos estados do Ceará e Pernambuco também farão parte da solenidade de entrega do Prêmio, sendo congratulados conforme indicações de profissionais de imprensa das cidades convidadas.
Criado pela LOGOS – Assessoria & Pesquisa de Gestão, em 2011, a entrega da Comenda tem como sede do evento festivo, a cidade de Alexandria, no Oeste do Rio Grande do Norte, cidade oriunda da empresa idealizadora.
Ainda essa semana divulgaremos as Microrregiões e respectivos municípios que participaram do 7º Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA".


SEM MOSTRAR DADOS, TEMER DIZ QUE DE ÍNDICE DE ROUBO JÁ "DIMINUIU ENORMEMENTE".

Na cidade para se encontrar com autoridades da área de Segurança e sobrevoar locais de atuação da Operação militar "Rio quer segurança e Paz", o presidente Michel Temer afirmou que a presença das Forças Armadas nas ruas do Estado podem ser extendidas até 2018. Em um pronunciamento que durou pouco mais de cinco minutos, o presidente também elogiou a colaboração dos cariocas para o sucesso das ações.
— O primeiro decreto assinado na última sexta prevê a atuação das Forças Armadas (no Estado) até o fim de 2017. Pode ser que, em janeiro, este prazo seja extendido até o fim de 2018. E nada impede também que esta ação seja ampliada para outros anos — afirmou Temer.
O presidente também disse que têm feito encontros desde o começo do ano com algumas autoridades para desenvolver políticas de segurança pública.
— Temos realizado nos últimos seis meses seguidas reuniões para tratar do assunto segurança pública, em especial da situação aqui no Rio. Num primeiro momento, a conclusão que se teve é que o número de roubos, em especial o de cargas, já diminuiu extraordinariamente — falou Temer.
Estiveram presentes no encontro o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão; o secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá; o comandante da PM, Coronel Wolney Dias; o chefe da Polícia Civil, Carlos Leba; o secretário estadual da Casa Civil, Christino Áureo; o ministro da Defesa, Raul Jungmann; o ministro da Justiça, Torquato Jardim; o general Braga Netto, comandante do CML; o prefeito do Rio, Marcelo Crivella; o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; e o ministro-chefe da Secretaria Geral da presidência, Moreira Franco.
Após a reunião, Temer deve sobrevoar as áreas onde os agentes federais estão atuando na Região Metropolitana. A assessoria do CML não detalhou sobre quais pontos o presidente deverá passar. A visita relâmpago de Temer ao Rio, para mais uma agenda positiva, acontece às vésperas da votação da denúncia contra o presidente na Câmara.
ATUAÇÃO DESDE SEXTA
As Forças Armadas estão nas ruas do Estado desde sexta-feira, quando foi publicado o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). A segunda etapa da atuação no Rio terá como foco os arsenais de guerra das facções criminosas. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que a primeira fase da operação das tropas federais no Rio será curta.

Fonte: Carina Bacelar - O Globo/Extra

NOTA DO BLOG: O TROFÉU CARA DE PAU CAIRIA BEM PARA O PRESIDENTE MICHEL TEMER. SEM NENHUMA CERIMÔNIA, ELE DETONA INVERDADES, SABENDO ELE QUE NINGUÉM ACREDITA.

MORRE BEBÊ BALEADO NO ÚTERO DA MÃE.

Bebê teve hemorragia digestiva. Ele estava internado desde junho no Hospital Adão Pereira Nunes.

Morreu neste domingo (30) o bebê Arthur, baleado no útero da mãe em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O bebê estava desde junho internado no Hospital Adão Pereira Nunes, no mesmo município.
Segundo nota da Secretaria Estadual de Saúde, Arthur Cosme de Melo morreu às 14h05 deste domingo, após apresentar piora de seu quadro clínico em decorrência de uma hemorragia digestiva intensa, por volta das 5h30 da manhã.
"A família do paciente foi informada e esteve na unidade ainda pela manhã, recebeu todas as informações sobre o estado de saúde do paciente, que esteve gravíssimo nas últimas horas. Todos os procedimentos para reverter o quadro foram adotados, porém não houve resposta clinica do paciente. A família foi imediatamente informada e esteve novamente reunida com a chefia da UTI Neonatal e equipe médica. O corpo do paciente será encaminhado ao Instituto Médico Legal, procedimento que é padrão em casos de violência (vítima de perfuração por arma de fogo, como é o caso)", acrescenta o texto, que conclui prestando solidariedade a família.
Arthur era filho de Claudineia dos Santos Melo, que estava grávida de 39 semanas. Ela foi baleada indo ao mercado quando foi atingida na pelve.
A bala atravessou o tórax da criança e também atingiu parte da orelha, de acordo com boletim da Secretaria de Saúde de Duque de Caxias.
Lúcida, Claudineia foi levada ao Hospital Moacyr do Carmo e foi levada para o centro cirúrgico, onde os médicos fizeram o parto. Logo após nascer, a criança foi entubada e levada para a UTI da unidade e diagnosticada com pneumotórax bilateral. Depois de novos exames, os médicos identificaram fragmentos ósseos no canal medular dorsal.
Depois do primeiro atendimento, o bebê foi levado para o Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, também na Baixada, para ser acompanhado por uma equipe de neurologia e outras especialidades. A criança ainda encontra-se em estado grave.
A 59ºDP (Duque de Caxias) está investigando o caso. Dois policiais militares prestaram depoimento. Eles disseram que estavam saindo da comunidade quando foram atacados a tiros. Eles contaram que não revidaram e, quando constataram que a gestante havia sido atingida, a levaram para o hospital. A delegacia também fez uma reprodução simulada do caso.

Fonte: G1
Foto: Reprodução TV Globo

EM BUSCA DE APOIO DO PSDB, TEMER RECEBE AÉCIO NO JABURU.

Às vésperas da votação da denúncia por corrupção passiva, presidente janta com presidente licenciado da legenda e ministros tucanos; convidado, Maia não compareceu.

O presidente Michel Temer jantou na noite de sábado, 29, com o senador Aécio Neves (MG), presidente licenciado do PSDB, e outros ministros tucanos.
O encontro ocorreu em meio ao esforço do governo para tentar pacificar o PSDB e garantir a maioria dos votos dos deputados da legenda, a segunda maior da Câmara, contra a aceitação da denúncia por corrupção passiva contra o presidente, que será votada nesta quarta-feira na Casa.
De acordo com a assessoria de imprensa de Aécio, o jantar aconteceu no Palácio do Jaburu e contou com a presença dos ministros tucanos Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Bruno Araújo (Cidades). O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, do PMDB, também participou, assim com as esposas de Temer e dos ministros. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi convidado, mas não compareceu ao evento.
A assessoria do presidente licenciado do PSDB afirmou que, no jantar, Temer, Moreira e os tucanos conversaram sobre vários assuntos, inclusive sobre política.
Aécio defende a permanência do partido na base aliada, mas enfrenta forte resistência de setores que defendem o desembarque, entre eles do presidente interino da sigla, senador Tasso Jereissati (CE). O PSDB comanda quatro dos 28 ministérios: Secretaria de Governo, Cidades, Direitos Humanos e Relações Exteriores.
Placar do Estadão mostra que, dos 46 deputados federais do PSDB, 18 já declararam voto a favor da aceitação da denúncia contra Temer e apenas seis se disseram contra. Dos outros 22 parlamentares, 19 não quiseram responder e três se disseram indecisos. Deputados favoráveis à denúncia acreditam, porém, que a maioria dos tucanos que não quiseram se pronunciar deve votar contra o presidente.

Fonte: Igor Gadelha/O Estado de São Paulo


JBS REÚNE DOCUMENTOS SOBRE R$ 1 BI EM PROPINAS E CITA TEMER.

O grupo de alimentos JBS movimentou R$ 1,1 bilhão em propinas entre 2006 e 2017, incluindo pagamentos ao presidente Michel Temer e seus interlocutores, com repasses de recursos também a diversos ministros de governo e políticos, disse a revista Época em reportagem neste sábado.
As acusações vêm em um momento em que o presidente busca apoio de deputados para uma votação em sessão extraordinária na Câmara em que os congressistas analisarão se autorizam o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer pelo crime de corrupção prevista. A votação está prevista para quarta-feira.
Segundo a Época, a JBS tem se preparado para entregar uma série de documentos e evidências sobre as irregularidades à PGR como prova de crimes descritos em delação premiada por executivos da companhia.
A revista diz que esses documentos mostram que a JBS teria distribuído R$ 21,7 milhões “a pedido de Michel Temer para aliados políticos e amigos em campanhas eleitorais ou fora delas”, sendo que Temer teria recebido R$ 2,2 milhões com notas frias e R$ 9 milhões na forma de doação oficial.
Conforme a reportagem, o coronel João Baptista Lima, amigo do presidente, também teria recebido um repasse de R$ 1 milhão em espécie em setembro de 2014, em dinheiro que segundo a JBS deveria ir para Temer.
A matéria cita ainda cinco ministros do governo Temer que teriam recebido um total de R$ 46,7 milhões em propinas da JBS: os titulares das pastas de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD), Minas e Energia, Fernando Coelho Filho (PSB), das Cidades, Bruno Araújo (PSB), da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB) e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Marcos Pereira (PRB).
A lista dos beneficiados com dinheiro da JBS ainda incluiria governadores, senadores e deputados, incluindo o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), de acordo com a época.
Procurados pela reportagem, os políticos negaram as acusações. Temer disse em nota à revista que “jamais ordenou…pagamento a quem quer que seja” e disse que as acusações contra ele na delação de executivos da JBS são “uma peça de ficção”.

Fonte: Política em Foco, com informações Terra

REFORMA OCULTA 86% DAS DOAÇÕES DE PESSOAS FÍSICAS.

Prestes a ser votado na Câmara, o relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP) sobre a reforma política traz em seu texto um tema polêmico: pessoas físicas que contribuíssem com até três salários mínimos para campanhas eleitorais teriam o sigilo garantido, exceto à Justiça Eleitoral. A ação que, segundo o relator, serve para preservar os doadores – que hoje têm os nomes divulgados – teria escondido 86% das contribuições de pessoas físicas feitas nas eleições de 2016, as primeiras que proibiram o financiamento empresarial.
O levantamento, feito por meio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tomou por base o salário mínimo atual, de R$937. Para pesquisadores ouvidos pelo Estado, a medida atrapalharia a transparência nas prestações de contas e poderia ser uma brecha para as doações ilícitas e a falsificação de CPFs.
“O grande risco é a gente ter uma democracia onde não se sabe quem custeia os candidatos”, disse o presidente da Comissão de Estudos de Direito Eleitoral do Instituto dos Advogados de São Paulo e coordenador adjunto da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político, Fernando Neisser.
Segundo o advogado, a medida facilitaria o uso de “laranjas”, isto é, pessoas que “emprestam” seus CPFs para o registro das doações, mas não são os verdadeiros financiadores das campanhas. Neisser considera ainda que o sigilo poderia criar espaço, por exemplo, para a atuação do crime organizado nas contribuições eleitorais.
Além de doações de pessoas físicas, as campanhas também podem receber de partidos políticos, de outros candidatos e de recursos próprios. A mudança só valeria para pessoas físicas.
Nas eleições municipais, mais de 384 mil doadores contribuíram com até três salários mínimos, o que rendeu R$ 305 milhões às campanhas. Isso representa 36% do que foi doado por pessoas físicas já que, apesar de as doações até três salários mínimos representarem mais de 80% das contribuições, elas alcançam um menor resultado financeiro.
A reportagem não contabilizou doações estimativas – ou seja, quando alguém presta serviço ou cede algum bem ou material à campanha – nem doações feitas pela internet, que não estão previstas na proposta feita por Cândido.
Mesmo contrário à medida, Neisser aponta um motivo para a reação do Congresso. Para ele, houve uma atuação exagerada nas últimas eleições por parte da Justiça Eleitoral e do Ministério Público Eleitoral com relação às pequenas doações. “Começou a se levantar suspeitas sem quaisquer outros elementos, apenas porque os doadores eram pessoas com pouca renda. Joga um véu de suspeita sobre cidadãos que podem participar como qualquer outro.”
Diogo Rais, professor da Faculdade de Direito do Mackenzie e pesquisador da Lei Eleitoral na FGV-SP, diz que não é surpresa o fato de a maior parte das doações de pessoas físicas não ultrapassar os três salários mínimos. “É o perfil financeiro da população brasileira, que já não têm o costume de doar muito.”
Segundo ele, o sigilo faria com que a própria pessoa indicada como doadora não possa ter acesso aos nomes de quem doou. “Não só a Justiça Eleitoral e o Ministério Público devem ter acesso aos dados. Nós estamos num jogo democrático e é necessário que se tenha transparência e acesso a todo sociedade.”
Rais avalia que existe um problema cultural no Brasil de desincentivo às doações, mas isso não seria resolvido deixando o processo ainda mais obscuro. “Esse sigilo não é para o cidadão, é para o político. Os órgãos de controle ainda terão acesso. Só tirou o acesso de alguns atores que têm uma participação fundamental.”
Para valer para as próximas eleições, a proposta precisa ser aprovada até outubro deste ano. A Câmara já prevê a discussão dos termos em agosto. Neisser, porém, duvida que a medida entre em vigor. “Essa é a típica medida que cai em controle de constitucionalidade. Isso viola o princípio republicano. Se isso vier a ser aprovado, o Ministério Público Eleitoral entra e consegue uma liminar.”
Procurada pelo Estado, a assessoria do relator informou que Cândido não iria se manifestar porque estava em viagem durante o recesso parlamentar. A Justiça Eleitoral não se pronunciou.

Fonte: Elisa Clavery/ O Estado de São Paulo

ROBINSON FARIA É DESTAQUE NA REVISTA ÉPOCA COMO BENEFICIÁRIO DE MILHÕES EM PROPINAS DA JBS.

A Revista Época que está nas bancas deste o sábado (29), mostra que a JBS movimentou 1,1 bilhão de reais em propinas entre 2006 e 2017, com repasses a diversos políticos.
De acordo com a Época, a JBS tem se preparado para entregar uma série de documentos e evidências sobre as irregularidades à PGR como prova de crimes descritos em delação premiada por executivos da companhia.
Entre os beneficiários aparece o Governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD):









Fonte: Heitor Gregório

LULA E PT FINGEM QUERER A QUEDA DE TEMER, AFIRMA LUCIANA GENRO.

Última candidata do PSOL ao Planalto, a ex-deputada Luciana Genro acusa Lula e o PT de fingirem interesse na queda de Michel Temer. Ela afirma que o ex-presidente e seu partido preferem prolongar o desgaste do presidente até as eleições de 2018.
"O PT não tem interesse em derrubar Temer agora. Eles querem deixar o governo sangrar e fazer os ajustes para quem assumir depois", diz.
Luciana está cética quanto à chance de afastamento do presidente, denunciado sob acusação de corrupção. "Eu teria esperança se houvesse uma grande mobilização popular empurrando a Câmara a abrir o processo."
A ex-deputada sustenta que a cúpula petista não se mexeu para evitar o esvaziamento das ruas. Ela diz que PT e PMDB já haviam se unido para barrar a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral. "Ali o Temer poderia ter caído, havia clima político para isso."
Na semana passada, Lula criticou o PSOL e disse que o partido precisa vencer uma eleição para parar de "frescura". "Eles vão perceber que não dá para a gente nadar teoricamente. Entra na água e vai nadar, porra", afirmou o ex-presidente, em entrevista ao programa "Na Sala do Zé".
A provocação irritou a ex-deputada. "Lula entrou tanto no mar que se afundou, porque mergulhou na lama da corrupção", rebate.
"O problema do Lula é que ele não pode suportar a ideia de que a sua autoridade moral está sendo questionada. Ele se coloca num patamar superior ao dos mortais. Mas ficou evidente que ele estabeleceu relações promíscuas com as empreiteiras", ataca.
Apesar de defender que o ex-presidente tenha o direito de concorrer em 2018, Luciana diz que ele perdeu as condições de se apresentar como um candidato de esquerda.
"Quando empreiteiras pagam milhões a um metalúrgico, ele deixa de pertencer à sua classe de origem. Vira um agente dos interesses do andar de cima", afirma.
A ex-deputada contesta a tese de que o ex-presidente seria vítima de perseguição judicial. Suas declarações a favor da Lava Jato já irritaram colegas do PSOL. "Apoio a Lava Jato e defendo que ela vá até o fim, doa a quem doer."
"Setores do PT já disseram que a operação seria uma manobra do imperialismo americano para destruir a esquerda brasileira. Se esse discurso tivesse prevalecido, não teríamos Eduardo Cunha preso, Temer denunciado e políticos do PSDB sendo investigados", acrescenta.
LIVRO
A ex-deputada escreveu um artigo sobre os governos do PT para o livro "Cinco Mil Dias "" O Brasil na Era do Lulismo", organizado por Gilberto Maringoni e Juliano Medeiros (editora Boitempo, R$ 49,00, 400 págs.).
No texto, ela sustenta que a política econômica do petismo "se apoiou numa aliança do Estado com o grande capital privado, os banqueiros e o agronegócio".
Luciana afirma que Lula apostou na "cooptação de trânsfugas da ditadura, como Sarney e ACM, e na gestão da massa fisiológica de parlamentares através de cargos e dinheiro". "O mensalão foi parte desta gestão, algo que a Lava Jato mostrou ser apenas a ponta do iceberg", diz.

Fonte: Bernardo Mello Franco/Folha de São Paulo

MORRE EX-VEREADORA E EX-SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO.

Ela foi vereadora em três legislaturas no município: entre os anos de 2001 e 2009 e, depois entre 2012 e 2016. Corpo é velado no Cemitério Parque e seguirá para Curitiba.

Morreu na madrugada deste domingo (30) a ex-vereadora e ex-secretária da Educação de Maringá Márcia Socreppa, aos 62 anos.
Natural de Irati, na região central do estado, Márcia do Rocio Bittencourt Socreppa foi vereadora maringaense em três legislaturas: entre os anos de 2001 e 2009 e de 2012 até 2016. Em 2012, também fez parte da Mesa Executiva da Câmara, como 2ª secretária.
Além disso, foi secretária de Educação (2009 a 2011), na administração do ex-prefeito Silvio Barros (PP), presidente da Fundação de Desenvolvimento Social de Maringá (1993 a 2000) e gerente do Gerente do Centro Social Urbano de Maringá (1983 a 1989).
O velório acontece na sala 1 da capela do Prever, no Cemitério Parque, desde a manhã. O sepultamento está marcado para as 11h, no Cemitério Parque Iguaçu, em Curitiba.

Fonte: G1

7º PRÊMIO "DESTAQUES DA MÍDIA": FALTAM 120 DIAS PARA A FESTA DE ENTREGA DA COMENDA.

7º PRÊMIO “DESTAQUES DA MÍDIA” REUNIRÁ POLÍTICOS E SECRETÁRIOS DO CEARÁ, PARAÍBA, PERNAMBUCO E RIO GRANDE DO NORTE E OCORRERÁ DIA 25 DE NOVEMBRO.

Toda a classe política voltaram os olhos para o maior evento do gênero do interior do Rio Grande do Norte.
Já é tradição, faz parte do currículo dos vereadores, secretários e gestores municipais do RN e da Paraíba. E agora haveremos de expandir nossa festa anual. Teremos a honra de celebrar juntamente com parlamentares municipais do estados do Ceará e de Pernambuco.
Para isso, já criamos uma rede de informações com blogueiros, radialistas, jornalistas e demais profissionais de imprensa dos 4 estados, para que a partir de outubro, possamos, paulatinamente, iniciar a divulgação dos agraciados.
Apesar das dificuldades encontradas e dos "obstáculos plantados", a insistência da LOGOS é muito maior que qualquer adversidade.
Assim, agendem-se e trabalhem muito, por que dia 25 de novembro o palco da LOGOS voltará a ser o local mais desejado por 11 em cada 10 figuras públicas destas quatro unidades da federação.
O Prêmio “DESTAQUES DA MÍDIA”, que neste ano de 2017 estará em sua 7ª edição, tem como objetivo agraciar em cerimônia festiva, um vereador e um secretário municipal de cada cidade, além de 1 prefeito por cada Microrregião dos estados participantes.
Até 2014, eram homenageados somente, ocupantes de cargos públicos e secretários das cidades do Oeste potiguar. Já em 2015 e 2016, foram incluídos alguns municípios da Paraíba. E em 2017, vereadores de 21 Microrregião de municípios dos estados do Ceará e Pernambuco também farão parte da solenidade de entrega do Prêmio, sendo congratulados conforme indicações de profissionais de imprensa das cidades convidadas.
Criado pela LOGOS – Assessoria & Pesquisa de Gestão, em 2011, a entrega da Comenda tem como sede do evento festivo, a cidade de Alexandria, no Oeste do Rio Grande do Norte, cidade oriunda da empresa idealizadora.
Ainda essa semana divulgaremos as Microrregiões e respectivos municípios que participaram do 7º Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA".

PARTIDO PODEMOS TEM SEU LANÇAMENTO OFICIAL NO RN.

O evento contou com a participação do senador Álvaro Dias.

O Partido Podemos (PODE) realizou, durante a manhã de sábado (29), seu encontro estadual, no Átrios Recepções, em Natal. O evento contou com a participação do senador Álvaro Dias, da presidente nacional do partido, deputada federal Renata Abreu, do vice presidente nacional, deputado federal Antônio Jácome, o deputado federal Ricardo Teobaldo, o deputado estadual Jacó e Jácome,o governador Robinson Faria, além de diversos representantes políticos e lideranças do estado.
Antônio Jácome iniciou o encontro falando sobre as ações democráticas do PODEMOS, destacando os pilares ideológicos do partido: a democracia direta, a participação popular e a transparência. A ideia central é dar voz à população através da participação virtual em que o cidadão pode interagir, votar e sugerir projetos de lei para seu representante político.
A presidente nacional falou sobre a importância do engajamento da sociedade. ” A mudança no Brasil não é na omissão é na participação. Somos nós que temos o poder de mudar o nosso país. Nós cidadãos brasileiros temos a obrigação de lutar e não tem como pensar no futuro sem pensar nas novas gerações”, concluiu.
“Nossa prioridade tem que ser estar onde estão as necessidade da nossa gente. Nós temos que eleger prioridades e trabalhar de maneira direcionada. Os brasileiros não fracassaram, fracassaram os que assaltaram os cofres públicos deste país”, ressaltou o senador Alvaro Dias.
Presidente municipal do PODEMOS em Natal, o vereador Eriko Jácome ressaltou a importância de se recuperar a confiança nos representantes do povo. ” Podemos mudar esse quadro de descrença na política com ações” , completou.

Fonte: Portal No Ar

PAIS ABREM OS OLHOS E COMEÇAM A SE PREOCUPAR COM IDEOLOGIA DE GÊNERO NAS ESCOLAS.

Uma matéria publicada pelo jornal O Globo, na tarde de hoje, mostra exatamente de que lado a imprensa realmente está.
A matéria trata da questão da ideologia de gênero nas escolas, que os jornalistas Renata Mariz e Eduardo Barretto chamam de “questão de gênero”, e faz sutis críticas aos pais de alunos que se preocupam com a educação dos próprios filhos. Já no primeiro parágrafo, o golpe aparece:
As reclamações se multiplicam pelo país e resultam muitas vezes na substituição de livros, dividindo a comunidade escolar. No centro do debate, a linha tênue entre o direito da família de acompanhar de perto a educação dos filhos e a ingerência preconceituosa no processo coletivo de aprendizagem.
Perceba que aí já surge o primeiro ataque. Chamam de “preconceito” o fato de os pais não quererem que seus filhos em idade primária tenham aulas sobre sexo e gênero, mas o fato de haver quem queira ensinar essas coisas para crianças abaixo dos 10 anos de idade não parece lhes incomodar em nada.
Em seguida a matéria cita o caso do Colégio Ypê, uma escola que por sinal é da rede privada – e portanto o governo sequer deveria ter qualquer ingerência. Para os “jornalistas”, o fato de os pais tentarem interferir em algo assim, mesmo em uma escola privada, é errado. No entanto, sem querer, eles deixaram escapar que nem mesmo o diretor da instituição se incomodou com a ingerência da família. Veja:
Gilberto Fernandes Costa, um dos diretores do Colégio Ipê, diz que a saída foi possível por se tratar de um material de suporte às aulas de literatura, o que permite que os professores trabalhem livros diferentes dentro de uma mesma classe. Sobre a ingerência dos pais, Costa prefere não polemizar: “Se é possível trocar sem prejuízos pedagógicos, a gente troca. As famílias têm todo o direito de questionar e cabe à escola mostrar aos pais as razões da abordagem dos assuntos.”
O que seria mais polêmico do que o diretor ficar do lado dos pais e contra a imprensa? Pareceu suficientemente polêmica a resposta dele.
O restante da matéria basicamente consiste em fazer os pais parecerem monstros. Tanto é verdade que somente uma pessoa contrária a ideologia de gênero foi entrevistada, enquanto as outras cinco pessoas citadas na matéria são defensoras da pauta que a extrema-esquerda aprova.
Além disso, o cinismo, que é citar trechos realmente banais ou inofensivos dos livros criticados pelos pais, como se alguém fosse mesmo acreditar que tais banalidades gerariam tamanho incômodo. Mencionar, por exemplo, os textos que incentivam ao incesto entre pai e filha, que são distribuídos aos alunos do Instituto Federal de Santa Catarina, talvez fizesse parecer que os pais têm alguma razão, o que não é do interesse da imprensa.
No final, o verdadeiro objetivo se revela:
Somente no fim do texto este parágrafo surge, mostrando a verdadeira intenção inicial: atacar o conservadorismo, a religião e de quebra usar o apelo a uma suposta autoridade dos professores para desmerecer a preocupação legítima dos pais.

Fonte: Jornal Livre.com

BARAÚNA: ACIDENTE MATA DENILSON FREITAS.

A pequena cidade de Baraúna, amanheceu com uma notícia triste neste domingo. Faleceu, vítima de acidente automobilístico, o empresário Denilson Freitas. O sinistro ocorreu na madrugada deste domingo, quando ele voltava de uma festa. Seu veículo capotou numa curva, próximo a uma fábrica de cimento. Denilson era proprietário entre outros comércios, de um supermercado na cidade.
O também empresário e amigo Edson Barbosa, explicitou a morte de Denilson: "Pessoa querida e honrada que sempre zelou pelo trabalho e compromisso. Lamentável o ocorrido. Que Deus conforte todos os seus familiares", conclui.

CLÁUDIO SANTOS PODERÁ SER O NOME DO PSDB PARA GOVERNADOR.

O nome do desembargador Cláudio Santos começa a ser visto como alternativa viável dentro do PSDB para disputar o Governo do Estado em 2018.
Nas discussões internas, o partido que é presidido por Ezequiel Ferreira, quer lançar nomes para o Governo e Senado.

Fonte: Robson Pires

SARAHAH: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O APP DO MOMENTO.

Sucesso no Brasil e no mundo, o aplicativo permite que pessoas enviem mensagens anônimas umas às outras.

Sarahah. Talvez você tenha se deparado com esse nome na internet e não soubesse do que se tratava. Ele é o aplicativo do momento no Brasil e no mundo. Sarahah é uma palavra árabe que remete a “franqueza” e “honestidade”.
O aplicativo foi criado por um desenvolvedor da Arábia Saudita, Zain al-Abidin Tawfiq, o que explica o nome. Tawfiq acreditava que as pessoas deveriam ser mais honestas na comunicação no ambiente de trabalho. O Sarahah tem o objetivo de incentivar essa honestidade ao permitir o envio de mensagens anônimas.
O seu site define a função do aplicativo de forma sucinta: “tenha feedback honesto de seus colegas de trabalho e amigos”. Em conversa com o site Mashable, Tawfiq conta que sua ambição era ter 1.000 mensagens enviadas com o Sarahah, que começou somente como website. Após um sucesso em países de língua árabe, foi traduzido para o inglês. Posteriormente, ganhou forma em um app mobile.
O sucesso atual do aplicativo no ocidente, porém, se explica pelo novo uso dado a ele por usuários. Após criar uma conta no Sarahah, as pessoas compartilham o nome de usuários em redes como Snapchat ou Instagram. A partir de então, recebem perguntas anônimas de amigos e conhecidos.
O app não é o primeiro a explorar o envio de mensagens anônimas. O Secret foi descontinuado há alguns anos por ser considerado uma ferramenta que estimulava o bullying virtual. O Sarahah, por outro lado, tinha proposta inicial de ser usado para fins profissionais.
Sucesso em diversos países, o Sarahah ocupa a primeira posição entre os apps grátis mais baixados no iPhone no Brasil, Estados Unidos e outros países.
Além de sua versão web, ele está disponível para Android e iPhone.

Fonte: Victor Caputo/Exame.com

EX-PREFEITO MORRE AOS 58 ANOS.

Médico estava em casa quando sofreu ataque fulminante. Ele administrou a capital de 2010 a 2016.

O ex-prefeito de Goiânia, o médico Paulo Garcia (PT), morreu neste domingo (30), aos 58 anos de idade. De acordo com a presidente estadual do partido, Kátia Maria dos Santos, o político estava em casa com a esposa quando sofreu um infarto fulminante. O velório deve acontecer às 11h no Cemitério Jardim das Palmeiras, na capital.
Paulo Garcia morreu por volta das 4h30 deste domingo, no apartamento em que mora, no Setor Bueno, em Goiânia. Em nota ao G1, a direção do Partido dos Trabalhadores lamentou a morte do político.
"O domingo amanheceu mais triste, nosso companheiro Paulo Garcia fez sua passagem. Nossos sentimentos aos familiares, em especial a amiga Tereza Beiler, sua esposa. Que Deus possa trazer paz, sabedoria para a travessia deste momento. O PT lamenta a passagem de um de seus líderes", diz a nota.

Fonte: Murilo Velasco/G1

EX-VEREADOR RENATO DANTAS É PRESO.

Condenado na Operação Impacto, o ex-vereador Tirso Renato Dantas teve sua prisão decretada pelo juiz Henrique Baltazar Vilar dos Santos.
Sentenciado inicialmente a 3 anos e 8 meses de prisão, o ex-presidente da Câmara Municipal de Natal teve a pena restritiva de liberdade substituída por duas penas restritivas de direitos.
Intimado, o ex-vereador não compareceu à audiência admonitória para começar a cumprir a pena. Em razão do não atendimento à ordem judicial, o juiz Henrique Baltazar converteu a pena restritiva de direitos em pena restritiva de liberdade e mandou expedir o mandado de prisão.
Renato Dantas, que ainda não foi localizado, deverá ser recolhido ao Complexo Penal Dr. João Chaves.
A pena será cumprida em regime aberto.

Fonte: Blog do BG

NINGUÉM SABIA.

Ninguém sabia que o vereador Raniere Barbosa é proprietário de uma franquia da Pittsburg em Fernando de Noronha e Henrique Alves proprietário de uma grande extensão de terra no valioso Projeto do Perímetro Irrigado Santa Cruz de Apodi.
Para o povo ficar sabendo foi preciso a Operação Cidade Luz revelar o negócio fast food Raniere e o MST invadir a fazenda para o povo saber da vocação agrícola de Henrique Alves..

Fonte: Blog do Primo

MEU FILHO JOÃO VICTOR: SÓ DEUS SABE O TAMANHO DO MEU AMOR POR VOCÊ.

Como falar o quanto você é importante para mim...
É difícil, aliás impossível, pois não há palavras, adjetivos que decifrem esse amor.
Você chegou na minha vida e mudou tudo que eu antes vivi. Foi DEUS que ordenou sua vinda, para que eu cuidasse de você. Afinal, filhos são pérolas que O CRIADOR nos entrega para zelar, lapidar e fazer deles o que de melhor gostaríamos de ser.
E foi exatamente assim que eu o recebi. para tanto, tive a obrigatoriedade de mudar tudo. Passar a ser pai, como sempre fui nestes 8 anos e serei para sempre, independentemente do que haja. 
Filhos não são temporários. É pra vida toda. E você, como seu irmão, José Neto, são estas "peças" fundamentais de minha luta diária, para propiciar a cada dia, dias melhores. 
Você veio e me modificou. José Neto complementou, aparou as arestas que ainda existiam.
Hoje, já com cabelos brancos, posso vislumbrar que serão meus guias no futuro. E olha, que para quem nos conhece bem, já percebem o quanto vocês dois direcionam minhas atitudes, minhas ações.
São 8 anos de vida. 2.920 dias de minha amizade e carinho. 70.080 horas de pensamentos voltados um ao outro. 4.204.800 lembrando que o amor que tenho de você e você tem de mim, é inconcebível aos olhos humanos. Só DEUS, eu e você sabemos.
Muitas vezes exceto nas broncas, mas é para que no futuro, como disse antes, sejas muito, muito melhor que eu e não erres como bem antes errei.
Esse é o modo de ser pai, que você moldou-me. E assim serei, para todo o sempre. Por que te amo.
Quanto lhe digo que você é meu "rapazinho", é por que não posso lhe chamar de meu bebezinho. E já estou me preparando para lhe ver crescer mais e mais e presenciar as mudanças.
Me perdoe as vezes que, involuntariamente tive que ausentar-me e lhe deixei, mas sei que sua mãe e seu irmãozinho cuidaram de você. Mas também sei da falta que lhe fiz, por que a sua ausência me machucou demais. E, somos corações estão interligados, assim, sofremos juntos. Mas nunca mais ausentarei-me assim, por tanto tempo. DEUS sabe o que digo.
Mas, mesmo com tantas mudanças, você nunca vai deixar de ser o meu "João Vitinho", meu "João Cambão", minha "Vela Branca", meu "Bonequinho de Isopor", como carinhosamente te chamo.
Beijos, filho. Feliz aniversário e que DEUS lhe conceda toda a a felicidade possível.
FELIZ ANIVERSÁRIO E QUE DEUS ME DÊ MUITOS E MUITOS ANOS. TE AMO.

sábado, 29 de julho de 2017

"ÉPOCA" PUBLICA PLANILHAS E NOTAS DE PROPINA DA JBS A POLÍTICOS.

Documentos são que delatores da JBS vão entregar a PGR, como prova da propina. Entre 2006 e 2017, os valores teriam passado de R$ 1 bilhão.

A Revista Época desta semana publicou algumas das provas que os delatores da JBS vão entregar à Procuradoria-Geral da República, que comprovariam, segundo eles, o pagamento de propina a políticos de vários partidos, entre 2006 e 2017. Entre eles, o presidente Michel Temer, os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, e o então candidato do PSDB à presidência, em 2010, José Serra.
A Revista Época teve acesso à contabilidade da JBS. E revelou planilhas de propina com os pagamentos para campanhas eleitorais em quase dez anos. Segundo a revista, comprovantes bancários, notas fiscais frias, contratos fraudulentos e depósitos em contas secretas no exterior são as provas dos pagamentos ilícitos a políticos.
Época diz ainda que de 2006 a 2017, a contabilidade da propina paga pela JBS e outras empresas dos irmãos Batista a políticos ultrapassa o valor de R$ 1,1 bilhão.
Desse valor, segundo a reportagem, R$ 301 milhões foram repassados em dinheiro vivo, R$ 395 milhões por meio de empresas indicadas pelos políticos e R$ 427,4 milhões em doações oficiais de campanha.
A reportagem dividiu os pagamentos por núcleos: o núcleo Michel Temer, por exemplo, teria recebido ao todo: R$ 21,7 milhões. Dinheiro distribuído para aliados políticos e amigos em campanhas eleitorais ou fora delas, desse valor, R$ 1 milhão foi repassado em dinheiro vivo ao coronel João Batista Lima, amigo de Temer, a pedido do então vice-presidente, conforme relato do delator Ricardo Saud da JBS.
“O Temer me deu um papelzinho e falou: "olha Ricardo, tem 1 milhão que eu quero que você entregue em dinheiro nesse endereço aqui". Me deu o endereço. Na porta do escritório dele, na calçada, só eu e ele na rua, na Praça Pan-Americana. Eu peguei e mandei o Florisvaldo lá, falei: "vai lá saber o que que é isso"”, diz o delator.
A reportagem mostra uma nota fiscal, emitida pela empresa do publicitário Elsinho Mouco, que registra serviços de planejamento estratégico de comunicação. Essa nota seria fria e teria sido usada para justificar a entrega de R$ 1 milhão para Michel Temer, segundo delatores. Elsinho é até hoje o publicitário de Temer.
Cinco ministros do governo Temer receberam R$ 46,7 milhões, segundo a JBS. Para o núcleo do chamado Centrão, foram R$ 138 milhões, usados nas campanhas eleitorais de 2010 e 2014 para comprar partidos, que hoje defendem Temer no Congresso, segundo a JBS.
Para o PMDB do Senado, foram R$ 29,1 milhões, divididos por cinco senadores da cúpula do partido. Um deles seria o atual presidente do senado, Eunicio Oliveira. A reportagem mostra uma nota fiscal que seria fria de uma empresa de Salvador, que, segundo delatores, teria sido usada no repasse do dinheiro a Eunício.
Para o PMDB da Câmara, foram R$ 55,5 milhões. Para o núcleo do PT, de acordo com a contabilidade da JBS, foram repassados US$ 151 milhões no exterior e R$ 111,7 milhões no Brasil, esse dinheiro foi propina paga em troca de financiamentos à empresa, obtidos no BNDES.
A reportagem traz trechos dos extratos de duas contas no exterior que teriam sido usadas, segundo a JBS, para depositar a propina do PT, durante os governos de Lula e de Dilma Rousseff. Esse dinheiro teria sido usado na campanha à reeleição de Dilma em 2014.
A revista também revela repasses feitos a pedido do ex-ministro petista Antonio Palocci. Na contabilidade da JBS, há registro de dez depósitos de US$ 100 mil, cada, na conta de um banco nos Estados Unidos, cujo beneficiário é o pastor Samuel Ferreira. De acordo com os registros da JBS, o dinheiro saia de uma conta da empresa a pedido de Palocci. A ligação entre Palocci e o pastor Samuel Ferreira ainda terá que ser investigada.
Para o PSDB, foram repassados R$ 42,2 milhões, nas campanhas de 2010 e 2014, de acordo com a planilha da JBS.
A reportagem mostra ainda um recibo da empresa LRC Eventos, indicada pela campanha de José Serra, que teria sido usado para dar fachada de legalidade à uma doação ao tucano em 2010, segundo delatores.
Para ter controle sobre todos esses pagamentos, a JBS não criou um departamento de propina, como a Odebrecht. Poucos funcionários centralizavam esses repasses de dinheiro, que eram feitos de diferentes maneiras. Eles também fizeram acordo de delação premiada e deram detalhes desse esquema criado para corromper políticos.
Um deles era Florisvaldo de Oliveira. Outro era Demilton de Castro.
Pergunta: O senhor criou essa planilha e como é que ela era organizada. Ela é uma planilha organizada, ela tem os dados lá, que dados ela tem, ela tem data, nome das pessoas...
Demilton de Castro: Ela tem data, nome das pessoas, alguns casos têm remessa em dinheiro, que aí não vai ter nome, né...
Todo esse material será entregue à Procuradoria-Geral da República nas próximas semanas, para complementar as delações da JBS.
O senador Eunício Oliveira afirmou que o relato feito pela revista não condiz com a verdade, que desconhece as empresas citadas, e que a JBS contribuiu de maneira legal para a campanha dele ao governo do Ceará.
A defesa de Antonio Palocci informou que vai se manifestar no processo.
A ex-presidente Dilma Rousseff disse que as afirmações dos delatores da JBS são improcedentes e inverídicas.
A assessoria do ex-presidente Lula afirmou que ele nunca foi beneficiário de contas ocultas e que as reproduções dos extratos divulgadas pela revista são parte de uma grosseira farsa contra o ex-presidente. Disse também que as denúncias partem de um réu confesso, que recebeu perdão judicial em troca de fazer falsas acusações que não pode provar.
O advogado de Samuel Ferreira afirmou que o pastor recebe inúmeras doações de forma legal e que ele não conhece Antônio Palocci.
O PSDB não quis se manifestar e disse que aguarda mais informações sobre a delação.
O PT afirmou que todas as doações recebidas foram legais e aprovadas pela justiça eleitoral.
O Jornal Nacional não conseguiu contato como o coronel João Batista Lima e com a empresa LRC e não teve resposta do PMDB.
O Jornal Nacional também não conseguiu contato com o senador José Serra. O tucano já afirmou no passado que todas as campanhas dele foram conduzidas dentro da lei.
Nós não conseguimos falar com Elsinho Mouco. Em nota à revista Época, o marqueteiro afirmou que Joesley Batista se dispôs voluntariamente a bancar os custos de proteção digital a Michel Temer e que tem documentação que comprova o trabalho.
Em nota, o presidente Michel Temer afirmou que a delação de Joesley Batista é fantasiosa, baseada em documentos forjados e fatos deturpados. O presidente disse ainda que o empresário e seus capangas reinventam o passado para incriminá-lo de forma torpe e injuriosa.

Fonte: Jornal Nacional - G1

ACUSAÇÃO DE TRÁFICO DE DROGAS DISPENSA MANDADO PARA ENTRADA EM CASAS, DECIDE MINISTRA.

Nas hipóteses de crimes considerados de natureza permanente, como no caso de tráfico de drogas, seria permitida a entrada de policiais na residência do acusado sem a necessidade de mandado de busca e apreensão, segundo a opinião da ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça – o “Tribunal da Cidadania” -, ao indeferir pedido liminar de liberdade em favor de homem preso em flagrante após agentes policiais encontrarem em sua residência 56 pedras de crack.
No pedido de habeas corpus, a defesa alegou que a entrada dos policiais no domicílio e a consequente apreensão das drogas ocorreram de forma ilegal, já que os agentes não possuíam mandado judicial, tampouco receberam o consentimento dos moradores para realizar a ação.
Na decisão liminar, no entanto, a ministra entendeu que não haviam elementos que possibilitassem o deferimento do pedido de urgência. A ministra lembrou que o Tribunal de Justiça do Paraná, ao negar o primeiro pedido de habeas corpus, afastou a alegação de nulidade absoluta por entender que não houve violação de domicílio em virtude da não expedição de mandado, pois os agentes buscaram reprimir prática delituosa cuja consumação se prolonga no tempo. Nas redes sociais, multiplicam-se protestos contra a decisão, uma vez que abre ampla margem para arbitrariedade.
A ministra Laurita Vaz decidiu as medidas urgentes do recesso forense. O mérito do habeas corpus ainda será julgado pela Quinta Turma, sob a relatoria do ministro Felix Fischer.

Fonte: Carta Capital - Justificando, com informações da Assessoria do STJ

FILHO DO TÉCNICO ABEL BRAGA MORRE NO RIO DE JANEIRO.

CBF atendeu pedido do Fluminense e adiou partida contra a Ponte Preta após a morte do rapaz, de 18 anos.

O filho mais novo do técnico do Fluminense, Abel Braga, morreu na manhã deste sábado (29) no Rio de Janeiro. Segundo o site UOL, João Pedro Braga, 18 anos, caiu do apartamento da família, uma cobertura no Leblon, zona sul da cidade.
Em nota divulgada nesta tarde, o Fluminense confirmou a morte, mas não deu mais detalhes. O clube decretou luto de três dias.
Abel Braga comandava o último treino do Fluminense, no CT na Barra da Tijuca, quando foi informado da morte. A delegação do Fluminense viajaria na tarde deste sábado para o jogo contra a Ponte Preta, em Campinas. A viagem foi cancelada e o jogo adiado pela CBF para o dia 9 de agosto.
Leia a nota do Fluminense:
"O Fluminense Football Club, seu presidente, vice-presidentes, diretores e funcionários prestam suas condolências e manifestam sua solidariedade ao técnico Abel Braga e sua família neste momento de tristeza pela morte de seu filho João Pedro. O clube decretou luto oficial de três dias."

Fonte: zh.clicrbs.com.br
Fonte: Reprodução Facebook

O ADEUS DE LAWRENCE AMORIM AO PMDB.

O que muitos imaginavam não ocorrer, aconteceu. O ex-prefeito de Almino Afonso, Lawrence Amorim deu adeus com as duas mãos ao PMDB. No dia de ontem, assinou a ficha de filiação do Solidariedade e agora defende a sigla que tem como figura central no Rio Grande do Norte, o deputado Kelps Lima.
Na verdade, o que Lawrece Amorim deve ter vislumbrado, é que nunca nesta galáxia teria oportunidade nas hostes peemedebistas. Partido repleto até a tampa de herdeiros de grande caciques eleitorais, o faria ser o resto da vida, degrau de escala para outros. E mais: o PMDB está sucumbindo, como quem está numa areia movediça.
E, como tem uma visão mais aguçada que muitos que se acomodam e ficam esperando a "clemência partidária" por uma chance de galgar outros cargos eletivos, Lawrence saiu do PMDB para lançar-se no Solidariedade, com, possivelmente, a garantia de postular uma vaga em 2018, em um dos postos que estarão em disputa. Mas, pessoalmente, vejo a transferência de partido do ex-prefeito de Almino Afonso, como uma escadinha para 2020. O ex-gestor alminoafonsense não sofre de falta de inteligência, deve ter vislumbrado a chance de fazer o nome e esperar, sentado, a circunstância oportuna de nas eleições municipais sair com força candidato. E não seria, ao meu ver, por Almino Afonso...
No instagram, Lawrence Amorim postou: 
"O Deputado Kelps Lima me convidou para fazer parte do projeto do SOLIDARIDADE no Rio Grande do Norte e eu aceitei. O momento que o Brasil vive exige de todos nós gestos e ações, então resolvi aceitar esse desafio de militar no SDD porque acredito que somente pela política é que se consegue promover mudança.

MARTINS: PALÁCIO JOÃO FERNANDES E A ELEIÇÃO DO BIÊNIO 2019/20.

No dia de hoje, na bela e naturalmente turística Martins, soube que a disputa pelo 2º biênio da presidência da câmara vem azedando a cada dia. O vereador Erasmo foi eleito, numa disputa que teve de tudo, inclusive retirada de vereadores. O blog já havia citado, muitos dias atrás, logo após a citada eleição, que a coisa não ia caminhar bem. E parece que acertamos em cheio.
Estamos tentando contato com os principais atores deste conturbado "cenário eleitoral", para que possamos repassar aos leitores o que de fato ocorre.
Aguardem, pois vem novidades sobre a dupla Erasmo X Netinho, que poderá tornar-se triplo, com a entrada do vereador Fulgêncio, como o "famoso cavalo paraguaio".

EX-BBB CACAU ASSUME AFFAIR COM PREFEITO DO RN.

Maria Cláudia, a ex-BBB Cacau, vice-campeã do Big Brother Brasil 16, está vivendo um novo amor. Em entrevista para QUEM, ela confirmou o namoro com Edilson Junior, prefeito do município de Sítio Novo (RN).
“É tudo muito recente. Sou péssima com datas. Estamos juntos há uma semana. Nos conhecemos um pouco antes, no São João, mas o relacionamento começou agora em julho. Estou namorando e muito feliz”, contou ela, que passa dias no Nordeste. “Estou passando uma temporada no Rio Grande do Norte. Vim para curtir as festas de São João e fico até o meu aniversário, 7 de agosto”, afirmou Cacau, natural da cidade de Santa Cruz (RN).
No bate-papo, ela disse que depois de viver no Rio de Janeiro, vai morar em São Paulo. “Meu carro-chefe como profissional é a internet. São Paulo é o polo de influencers. Além disso, quero estudar artes cênicas.”
O namoro vai precisar enfrentar o obstáculo da distância. “Vai ter que ser assim, né? É o jeito…”, disse. No entanto, ela pretende fazer visitar regulares ao Rio Grande do Norte. “Sou completamente apaixonada pelo meu estado e pelo Nordeste inteiro. No futuro, pretendo voltar a morar aqui.”
Nas redes sociais, Cacau e Edilson têm procurado não publicar fotos juntos. “Quero me preservar um pouco. Vivi um relacionamento de reality show e sei como a exposição pode interferir. Além disso, as minhas redes têm foco no meu trabalho. Não quero que isso [namoro] se torne o foco das nossas redes.”
Cacau esclareceu ainda os rumores divulgados por veículos do Nordeste de que ela e Edilson começaram a namorar enquanto ele ainda era casado. “São boatos. Não é verdade. Tanto eu como ele éramos solteiros. Ele tem uma filha de um relacionamento passado”, afirmou, acreditando que o boato foi espalhado por pessoas de má-fé. “Tem gente que de plantar notícia falsa, né? Quiseram sujar a minha imagem, mas estou super tranquila. Ele nunca foi casado. A filha dele é de um relacionamento. Moro em uma cidade pequena e, aqui, as pessoas não fizeram esse burburinho porque sabiam que ele estava solteiro.”
Questionada, a ex-BBB afirmou acreditar que os rumores maldosos surgiram por fakes e haters. “Esse boato surgiu por contas fakes espalhando para colunistas, informaram para haters. Graças a Deus, são poucos os meus haters, mas já fui BBB e público de reality show é muito intenso.”

Fonte: Revista Quem/Globo/Blog do BG
Foto: Arquivo pessoal

O MELHOR PARA O BRASIL.

Depois do resultado da última pesquisa do Ibope, parece ser um consenso entre os brasileiros reprovar o governo Temer. Mas, para além da negação, o que se considera melhor para o país não é unânime.
Entre 24 e 27 de julho, o Instituto Paraná Pesquisas perguntou a 2.020 eleitores de 25 estados e Distrito Federal: o que é o melhor para o Brasil?
A maioria, 64,2%, deseja o afastamento do Michel Temer e a convocação de eleições diretas.
Em segundo lugar, bem atrás, 15,6 % pedem uma intervenção militar (um percentual semelhante, aliás, ao que Jair Bolsonaro tem alcançado nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência.)
Há os que querem a permanência de Temer, 6,9%, e os que preferem Rodrigo Maia, 5,6%.
As opções não agradaram a 4,9% dos entrevistados, e 2,9% não sabem ou não opinaram.

Fonte: Clarissa Stycer - Lauro Jardim/O Globo

CASAMENTO DENTRO DO CAMPO, ONTEM EM NATAL.

Ontem, o América, alvirrubro potiguar, jogou a partida da volta pelas oitavas de final do campeonato brasileiro da série D.
A vitória americana por 2 X 1, selou a passagem da equipe para as quartas de final, tendo em vista que o clube potiguar já tinha vencido por 1 X 0 a disputa de ida. Passando a próxima fase, que terá o adversário conhecido amanhã, após os jogos que complementa a segunda rodada desta fase, o América estará garantido na serie C do brasileirão no próximo ano. Torcemos.
Mas o que fez escrevermos essa matéria não exatamente a vitória americana, e sim o que ocorreu no intervalo da partida.
Um casal torcedor fanático do América, casou no centro do gramado, com padre e tudo. Somente a cerimônia foi reduzia a cinco minutos, aproximadamente.
Rodrigo Sá e Glauce Emanuelle disseram o "SIM", sob a benção matrimonial do padre.

Foto:  Jair.com